top of page

Atividades que ajudam a manter o cérebro ativo


Manter um estilo de vida saudável é uma estratégia poderosa para proteger não só o corpo, mas também a mente. 

 

E o cérebro é parte fundamental da complexa estrutura que é o nosso corpo. Por isso, mantê-lo ativo é essencial para prevenir uma série de doenças e levar uma vida mais saudável por mais tempo.


Por que é tão importante exercitar a mente?



À medida que envelhecemos, é natural desenvolver doenças do sistema nervoso e apresentar sinais de perda das funções cognitivas, que incluem pensamentos lentos, confusão mental, dificuldade de concentração e de resolver problemas, lapso de memória, entre outros sintomas.

 

Para retardar os efeitos do envelhecimento no cérebro, é importante investir, desde cedo, em atividades constantes e desafiadoras, que estimulem seu bom funcionamento. Isso, junto com outras formas de prevenção (gestão do estresse, alimentação saudável, convívio social), é fundamental para manter a saúde em dia.

 

 

4 atividades para exercitar a mente e se divertir


A prevenção contra a perda de funções do cérebro envolve uma série de mudanças no estilo de vida. Além de cuidar da saúde física, manter uma rotina de sono regulada e uma alimentação saudável, é importante incluir no dia a dia atividades que desafiem o cérebro. Por isso, listamos algumas sugestões:

 

 

1 Exercício físico


A atividade física é uma ótima opção para exercitar o corpo e a mente, além de permitir o convívio com mais pessoas, o que também é muito bom para a saúde. Segundo a Fundação de Prevenção e Pesquisa de Alzheimer, o exercício pode reduzir de forma significativa o risco da doença e ainda ajuda a retardar seu progresso em quem já começou a desenvolver problemas cognitivos.

 

Especialistas recomendam cerca de 150 minutos de atividade moderada por semana, alternando entre exercícios aeróbicos e treinamento de força, como musculação, caminhada, natação e alongamento. Mas, antes de iniciar, é importante consultar o seu médico.

 

 

2 Jogos variados


Os jogos ajudam a desafiar o cérebro e estimular sua atividade. E o segredo é praticar sempre, como um atleta fica muito bom em um esporte ao treinar regularmente. Confira algumas opções para você praticar sozinho ou na companhia de amigos e familiares:

 

  • Jogo da memória

  • Quebra-cabeça

  • Palavra cruzada

  • Xadrez

  • Dominó

  • Sudoku

 

 

3 Aprender algo novo

 

É comum associarmos o aprender com obrigações e isso pode acabar sendo um fator de desmotivação. Mas aprender algo novo não precisa ser sobre produtividade e compromisso com faculdade ou trabalho. Você pode investir em atividades interessantes, que você faz só por prazer. Veja algumas sugestões:

 

  • Instrumentos musicais

  • Desenho ou pintura

  • Costura

  • Carpintaria

  • Culinária

  • Jardinagem

 

 

4 Meditação e técnicas de relaxamento

 

Atividades como meditação, yoga e mindfulness empregam técnicas de respiração e movimento corporal para relaxar o corpo e a mente, tendo papel fundamental no gerenciamento do estresse.

 

Os efeitos do estresse vão além de dores de cabeça, esquecimento e temperamento explosivo e merecem atenção. O estresse prolongado pode afetar, inclusive, a área do cérebro responsável pela memória.

 

O processo de envelhecimento é natural e algumas doenças que aparecem majoritariamente na terceira idade, como o Alzheimer, não têm cura. Mas é possível ter mais qualidade de vida por mais tempo com mudanças no estilo de vida.

 

E, para que estas mudanças tenham efeito no futuro, a hora de começar é agora. Que tal escolher pelo menos uma das sugestões listadas acima para incluir na sua rotina diária?






Este artigo foi publicado no Portal de Saúde - Unimed Brasil.

Texto: Agência Babushka | Edição e Revisão: Unimed do Brasil

Fontes: Governo do Estado de São Paulo, International Journal of Health Management, UFRRJ

3 visualizações

Comments


bottom of page